SAMU 192

Quem somos


 

O Ministério da Saúde lançou, em 2003, a Política Nacional de Urgência e Emergência com o intuito de estruturar e organizar a rede de urgência e emergência no país. Desde a publicação da portaria que instituiu essa política, o objetivo foi o de integrar a atenção às urgências. Hoje a atenção primária é constituída pelas unidades básicas de saúde e Equipes de Saúde da Família, enquanto o nível intermediário de atenção fica a encargo do SAMU 192 (Serviço de Atendimento Móvel as Urgência), das Unidades de Pronto Atendimento (UPA 24H), e o atendimento de média e alta complexidade é feito nos hospitais.

ATENDIMENTO EM REDE – A Rede de Atenção às Urgências e Emergências visa articular e integrar todos os equipamentos de saúde para ampliar e qualificar o acesso humanizado e integral aos usuários em situação de urgência/emergência nos serviços de saúde de forma ágil e oportuna.

A Rede de Urgências é pensada de forma integrada e coloca à disposição da população serviços mais próximos de sua residência. Com as Centrais de Regulação do SAMU 192, o Ministério da Saúde trabalha na organização da estrutura disponível. Quando uma ambulância do programa é enviada para o atendimento, os profissionais de saúde já sabem para onde levarão o paciente. É o fim da peregrinação à procura de um leito, com a ambulância buscando onde deixar o paciente.
 

Serviço de Atendimento Móvel às Urgências (SAMU 192)

Ao discar o número 192, o cidadão estará ligando para uma central de regulação que conta com profissionais de saúde e médicos treinados para dar orientações de primeiros socorros por telefone. São estes profissionais que definem o tipo de atendimento, ambulância e equipe adequados a cada caso. Há situações em que basta uma orientação por telefone. O SAMU atende pacientes na residência, no local de trabalho, na via pública, ou seja, através do telefone 192 o atendimento chega ao usuário onde este estiver.

A equipe presta atendimento no menor tempo possível já no local, ainda fora do ambiente hospitalar, salvando vidas e diminuindo sequelas. O programa oferece o direcionamento para o serviço mais próximo e adequado, assim a equipe que está na ambulância ganha tempo (diminui o tempo/resposta), o que é crucial em emergências.

 

Unidades de Pronto Atendimento (UPA 24h)

O Objetivo das Unidades de Pronto Atendimento é diminuir as filas nos prontos-socorros dos hospitais, evitando que casos que possam ser resolvidos nas UPAS, ou unidades básicas de saúde, sejam encaminhados para as unidades hospitalares. As UPAs funcionam 24 horas por dia, sete dias por semana, e podem resolver grande parte das urgências e emergências.

SAMU 192 e UPA 24h trabalham integrados no atendimento às urgências e emergências.

O SAMU realiza o atendimento de urgência e emergência em qualquer lugar com o auxílio de seus veículos de salvamento:

 

Ambulâncias



As ambulâncias do SAMU à serviço da população dividem-se em Unidades de Suporte Básico (USB) e Unidades de Suporte Avançado (USA) ou UTI móvel.

As Unidades de Suporte Básico atendem aos casos de menor complexidade e contam com equipamento básico de suporte à vida.
 

Motolância



Mais agilidade e eficiência no atendimento às urgências.

A rapidez no atendimento pode representar em muitos casos, a diferença entre salvar e perder uma vida ou minimizar e maximizar seqüelas.

O Serviço Móvel de Atendimento às Urgências e Emergências SAMU 192, desde dezembro de 2014, conta com mais um veículo na frota de intervenção em casos de urgências. A moto a serviço do SAMU 192 é pilotada por um técnico de enfermagem e tem a possibilidade de chegar mais rápido aos atendimentos de urgência em localidades onde o fluxo de trânsito é muito intenso ou em territórios de difícil acesso que as ambulâncias muitas vezes não conseguem passar com facilidade. Além disso, reforça a equipe de atendimento no local da ocorrência com mais um profissional treinado, materiais e equipamentos. A Motolância SAMU 192 antecede a chegada da ambulância de suporte avançado (USA - UTI Móvel) para adiantar o atendimento e estabilizar a vítima.

As Motolâncias SAMU 192 promovem o atendimento rápido e diminuição do tempo-resposta o que interfere muito na vida que está sendo socorrido, pois quando mais rápido chegar o socorro à vítima menor serão as possibilidades de óbitos e seqüelas mais agravantes. Os veículos de intervenção rápida (Motolância SAMU 192) são úteis principalmente nos casos de doenças cardiovasculares como: infartos, aginas, ataques cardíacos e derrames cerebrais, nestes casos quanto menor o tempo do socorro menor serão as seqüelas.

Mais uma vez o SAMU 192 inovando para atender o Brasil.

 

Helicóptero

O helicóptero é utilizado em atendimento inter-hospitalar (de hospital para hospital) em casos emergenciais com necessidade de remoção, vítimas de acidentes automobilísticos graves e locais distantes onde o socorro terrestre demore a chegar. Isso traz agilidade e um grande benefício em locais de escassez de meios terrestres, o que diminui muito o tempo resposta aos atendimentos.

Fonte: Portal da Saúde - Ministério da Saúde